Proposta



 Lugar de inquietações e reflexões

Reflexões do latim – reflexione – ‘ação de voltar para trás’. Reflexão, portanto pode ser arte de repensar conceitos. Gosto do pensamento de Walter Lippmann: “Quando todos pensam o mesmo, ninguém está
pensando”, e também de Alexander Graham Bell:
“Nunca ande pelo caminho traçado, pois ele conduz somente até os outros foram”. Daí eu acreditar que não somos vacas de presépio, ou que temos que pensar como pensam a maioria. Chega de frases de efeito, jargões, frases prontas e fórmulas enlatadas.
Não me julgo dono da verdade, guardião da sã doutrina ou coisa parecida. Contudo, não posso ficar quieto diante de pensamentos, conceitos ou doutrinas que escravizam o ser humano, aliás, sou contra tudo que rouba a vida das pessoas.
Nesse meu espaço - repensandoconceitos- tenho escrito diversas coisas, sei, contudo que posso escrever besteiras e venha me arrepender mais tarde. No entanto, acredito que é só assim que se aprende, ou como disse o grande poeta da língua portuguesa: “Não se aprende, Senhor, na fantasia, sonhando, imaginando ou estudando, senão vendo tratando e pelejando” (Luís de Camões).
O grande mal da atualidade é que pelo fato de nossos pensamentos estarem engessados, presos a estruturas rígidas, temos como consequência que “as pessoas não debatem conteúdos, apenas rótulos” (Mário de Andrade).
Estamos oferecendo respostas irresponsáveis e de uma lógica simplista, sem mencionar aqueles que acham que têm respostas para tudo, a esses eu recomendaria o conselho de Luís Fernando Veríssimo: “Quando a gente acha que tem todas as respostas, vem à vida e muda todas as perguntas”.
Enquanto nós os cristãos oferecemos respostas fáceis e soluções mágicas para os dilemas da vida, o maior bem de Deus perece – a humanidade, seus filhos queridos.
 Não pretendo ter as respostas mais corretas, nem ao menos quero competir com os demais, só quero expressar o que penso, ou como disse Freud: “Não almejo despertar convicção. Almejo estimular o pensamento e perturbar preconceitos”.

Repensemos juntos!
E que Deus nos ajude
João Ferreira Leite Luz