quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Fugitivo instante

(minha história)

O tempo é inclemente.
Ele passa...
Ele passa...
Ele passa...
37?
37...
É lá se vão 37 janeiros e maios...

O tempo segue.