terça-feira, 24 de maio de 2011

Espero...

João Ferreira Leite Luz

(Devaneios)

“Lá bem no alto de décimo andar do ano. Vive uma louca chamada esperança”.
  (Mário Quintana)

A vida que vivo ainda não é;
A vida que gostaria de viver.
O lugar que estou ainda não é;
O lugar que gostaria de estar.
Tudo é meio difuso... Confuso...
Entretanto,
                 acredito,
                                anseio,
                                            sonho;
                                                        espero,
Espero... Espero...

Pois, a louca chamada esperança ainda insiste em viver em mim.

Nenhum comentário: