domingo, 24 de fevereiro de 2013

Indo em frente


João Ferreira Leite Luz 

Reflexões

Não deve ser tarefa fácil lidar com a tríade: luto, misericórdia e esperança, ou seja, em meio à dor pela perca de alguém que muito amamos termos que usar de misericórdia com aqueles que nos traiu, e ainda manter a esperança de um futuro bonito e melhor.
O texto que encerra o livro do Gênesis nos conta uma história em que José do Egito vive esta estranha mistura de sentimentos. Pois ele está sofrendo pelo luto de seu pai, e ainda tem que usar de misericórdia com aqueles que tentaram lhe destruir, e apesar de tudo consegue manter a esperança no futuro.
Se nós conseguirmos fazer a leitura correta desse texto, vamos perceber que a história de José, também é a história de todos nós. Por que a vida é assim mesmo, todos sofrem a dor da morte, pois ninguém é eterno. Na vida somos feridos e magoados, na maioria das vezes por quem mais amamos, não obstante temos que manter viva a esperança de que um dia vai valer a pena ter lutado tanto.
Gostaria de ir mais longe e dizer que a vida é toda constituída por estes sentimentos. Uma vez que todos sofrem, seja pela morte de alguém; pela traição, pela dificuldade financeira, enfim os sofrimentos são vários e de diversas fontes.
Quem na vida nunca foi ferido, magoado e humilhado por alguém que queria bem? E depois perdoou todas as ofensas. Todos já passamos por isso. E o curioso é que continuamos caminhando, acreditando, sonhando que a vida algum dia será melhor, e que a despeito de tudo isso vale a pena continuar. Isto, em minha opinião é ser humano, é ser gente. Gente como eu e você que não desiste nunca, gente de uma espiritualidade parecida com a de Jesus de Nazaré.