domingo, 22 de julho de 2012

Caminho...


João Ferreira Leite Luz

(devaneios)

Caminho noite fria adentro, procuro um significado, um sentido ou pelo menos uma saída. Seria fácil demais tomar um atalho, queimar algumas etapas do percurso e pegar o caminho mais curto, e, às vezes, confesso, dá vontade. Entretanto, a vida não é tão simples assim. Já cantou o poeta “é chato chegar a um objetivo num instante”.
Assim, continuo caminhando, sem saber ao certo o que fazer ou aonde chegar, só caminho noite fria adentro rumo a luz ou a escuridão. Não sei ao certo.

Muito embora os trilhos nos levem sempre ao mesmo lugar, às vezes não conseguimos chegar onde queríamos. Mesmo assim insistimos em prosseguir.

Só me resta plagiar as palavras do grande sábio;

Esse estranho que mora no espelho
Olha-me de um jeito
De quem procura recordar quem sou...
 (Mário Quintana)

Nenhum comentário: