segunda-feira, 11 de julho de 2011

Quando eu ver Deus...


João Ferreira Leite Luz

(Breve arrazoamento)

“Morrer é simplesmente esquecer as palavras. E conhecermos Deus, talvez, sem o terror da palavra Deus!” (Mário Quintana)

Penso que a surpresa será grande, melhor, será aterradora, quando, e, por fim conhecermos Deus. Ao contrário do que nós religiosos pressupomos, contra todas as nossas concepções – Deus será estranha e maravilhosamente simples, ou de outro modo, não terá esse monte de complicações teológicas da nossa cabeça estreita. Acredito que ele será estranhamente “humano”, assim como ele se deixou revelar por meio do carpinteiro de Nazaré que chamamos de Jesus.

Que Deus nos ajude!