quarta-feira, 16 de junho de 2010

Alguns valores

Minha história

Dizem que as pessoas de mais idade possuem valores dignos e nobres, porque estes valores ao longo dos anos foram sendo transformados, lapidados por assim dizer.
Ainda não cheguei à meia idade, conto apenas com trinta e três anos, sou um jovem como diriam “na flor da idade”. Entretanto, venho experimentando mudanças significativas nos valores que abracei. Hoje valorizo coisas que jamais imaginei que um dia eu iria gostar, ou defender.

Quando ingressei no mundo protestante com mais ou menos 18 anos, me imaginava o dono da verdade. Ainda mais por ter sido separado ao ministério pastoral com apenas 22 anos. Eu fui um arrogante, prepotente que gostava de discutir religião com todos, acreditava estar com a razão e sempre correto em minhas afirmações. Hoje, passados 11 anos de caminhada me vejo incoerente e contraditório em meus frágeis argumentos. Já não discuto religião, apenas respeito quem pensa diferente, aliás, só compartilho minhas ideias com quem pensa igual a mim mesmo. Aprendi o que o sábio Salomão queria dizer: “Dá instrução ao sábio, e ele se fará mais sábio”, também acatei o conselho de Jesus: “Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas”.
Sei que meus posicionamentos continuam bastante polêmicos, todavia não empurro goela abaixo, aceita quem quiser.

Como todo jovem sonhador idealista, busquei com afinco estar debaixo das luzes da ribalta, queria ser o foco dos holofotes, e para dizer a verdade até consegui certo prestígio nos círculos evangélicos. Depois de tantos janeiros percebi que isto era “vaidade e correr atrás do vento”. Hoje busco andar com discrição, coisa, aliás, que o carpinteiro de Nazaré sempre procurou me ensinar, mas minha imaturidade juvenil me cegou e, só percebi agora quanto tempo eu desperdicei tentando ser aceito pelos outros.
De agora em diante vou pautar minha vida no exemplo e nas palavras de S.Francisco de Assis: “o homem vale o que é diante de Deus e nada mais”.

Sei que daqui para frente vai acontecer muitas mudanças em meus valores, afinal, caminho rumo ao tempo, que insiste em não parar. Que Deus me ajude a chegar lá! Amém.

João Ferreira Leite Luz




3 comentários:

Doroni Hilgenberg disse...

João,
Vejo que modificou seu Blog.
Ficou muito bonito. bem de acordo com sua profissão...
como sempre, gosto de suas reflexões, e concordo com você quando diz que ideias, principalmente no que toca a religião, não se impõe, pois elas devem vicejar no coração de cada um conforme sua crença e sua fé.
tenho um grande amigo que é espírita e por mais que ele tente me explicar os seus valores e conceitos religiosos, eu não consigo entender, mas não deixo de gostar dele por isso.
Cada um na sua e Deus com todos, não é?
bjs

João Ferreira disse...

Amiga querida,

Obrigado por sua gentileza, como sempre, você tão bondosa.

João

Otelice Soares disse...

Sábio amigo carpinteito,bela produção. O blog está lindo e, como sempre, as reflexões contidas nos teus textos, continuam a nos elevar.
Parabéns!
Bjs no coração.