domingo, 30 de maio de 2010

Nem tudo está perdido!

Reflexões

Na caminhada da nossa vida nada é fácil, não cai nada do céu, aliás, tudo o que tem valor na nossa história de vida vem através de processos dolorosos de longo prazo.
A vida é toda constituída de lutas, provações e desafios. O próprio Jesus disse que no mundo teríamos aflições.
Existem momentos da vida que parece que os problemas vão nos sufocar, que não vamos mais resistir, momentos em que nossos maiores sonhos, projetos e visões aparentemente serão sepultados. O personagem bíblico Abraão passou por vários desses momentos de teste de fé, de teste de paciência e esperança. Como por exemplo; quando Deus lhe chama para separar-se dos seus parentes e da sua pátria e sair sem saber para onde ia. Também quando Deus pede para Abraão confiar nele para o cumprimento da promessa do concerto, sem ocorrer tal cumprimento por vinte e cinco anos.
No texto do capítulo 22 do livro do Gênesis, Deus leva Abraão ao seu limite de confiança, pedindo-lhe para sepultar seus sonhos e suas expectativas depositadas em Isaque seu único filho.
Acredito que Abraão pode nos ajudar a lidar com situações de extremo sofrimento na vida.
Espero que com essa breve introdução eu consiga estimular sua curiosidade para ler essa fascinante história sobre Abraão – Livro do Gênesis cap. 22.
Boa leitura!

João Ferreira Leite Luz

2 comentários:

Lice Soares disse...

Parabéns, amigo (mais uma vez) pela beleza impressa nos seus textos e nas suas reflexões. O merecer é mesmo assim, passo a passo, ora sobre espinhos, ora por entre ondas revoltas, mas com a gratificante certeza da presenaça de Deus, a nos acompanhar e do seu amoroso abraço, quando, pacientemente, alcançamos a outra margem.
Bjs no coração.

João Ferreira disse...

Querida Lice,

Você e sua gentileza, sempre a me brindar com palavras tão generosas. Obrigado!

João