segunda-feira, 15 de março de 2010

Deus nos estranhos

Reflexões semi-roubadas

A imago Dei (imagem de Deus) não foi totalmente destruída pelo pecado nos seres humanos, ainda é possível ver traços de Deus em pessoas comuns. Ao contrário do que nós pensamos, podemos ver Deus sendo manifesto através do gesto de pessoas que não pertencem necessariamente ao nosso círculo religioso. Muitas vezes as manifestações divinas vêm de onde menos esperamos, isso porque a imagem de Deus no ser humano o habilita a realizar coisas nobres e dignas. Tem que ser dito que o lugar de onde esperamos a maior demonstração de piedade, de solidariedade e de amor ao próximo. Infelizmente não estamos encontrando, pois, o cristianismo como se vê hoje na atualidade é uma instituição falida, por essa razão quando quisermos ver sinais do reino de Deus, não devemos olhar para igreja-instituição e sim para “igreja-pessoas”, porquanto, Deus tem se manifestado através de pessoas que não pertencem a uma determinada igreja, mas, na sua essência são verdadeiros cristãos. O texto de Lucas 10 é intrigante, uma vez que, Jesus conta uma história em que o herói não é o religioso que todos consideravam piedoso, e sim, o samaritano considerado pecador, e ainda existe um agravante, pois judeus e samaritanos se odiavam devido a questões raciais e religiosas. Então a graça divina é manifestada por intermédio de quem menos se esperava. É curioso que às vezes a “fé aparece onde menos se espera e vacila onde deveria florescer”.

Sola Gratia!

João Ferreira Leite Luz

Nenhum comentário: