terça-feira, 17 de novembro de 2009

Andanças

Categoria – cogitações apenas

Voltar nem sempre é fácil, principalmente se você se distanciou demais.
Às vezes na vida andamos por caminhos que nos levam para longe de nós mesmos, para longe de nossa identidade. Perdemos o rumo, nos distanciamos do alvo que queríamos atingir e quando notamos estamos distantes do próprio Deus da vida.
Voltar é necessário. Mas como? Boa pergunta, já que vivo voltando das minhas andanças pelas trilhas da minha mente irrequieta. Às vezes consigo recobrar o ânimo e volto rápido, outras vezes demoram-se anos a fio para recomeçar a caminhada de volta para casa.
Mas, o importante mesmo é dar o primeiro passo, um passo atrás do outro e ter a certeza de que o Pai estará de braços abertos para dizer: “Pois este meu filho estava morto e voltou à vida; estava perdido e foi achado” – Evangelho de S.Lucas 15.24.
Todos nós em algum momento, ou, em alguma coisa nos distanciamos e nos perdemos. Que Deus nos ajude a se encontrar.

João Ferreira Leite Luz

2 comentários:

Lice Soares disse...

Amém e amém!
"Que Deus nos ajude a se encontrar"
E esta é a nossa tábua de salvação,
amigo.A nossa grande esperança e a nossa sorte de seguirmos um Deus que ´tem sentimentos, que ama os seus filhos, que é puro Amor.
Estaremos sempre voltando? Não sei, embora deseje que sim.
Contudo. sei apenas que, sempre que voltamos
o Senhor nos acolhe, porque nos ama com Amor sem fim,um mar infinito, a impulsionar
o nosso barco, em suas ondas de eterno Amor.
Um grande abraço, amigo e obrigada pela sua presença- que tanta alegria me trouxe - lá nos meus cantinhos.

João Ferreira disse...

Lice,

Não tenho palavras para retribuir tanta gentileza.

João