quarta-feira, 3 de junho de 2009

Paradoxos

(Categoria – devaneios)

A vida é sem dúvida um grande paradoxo.
E talvez assim, nunca conseguimos nos encontrar.
Talvez, estamos esperando um grande milagre, ou;
Talvez, outro “big-bang”;
Talvez, outro “tsunami”;
Talvez, outro “Katrina”,
Talvez, outra inundação em Santa Catarina; ou quem sabe outra catástrofe qualquer.
Mas ainda, um talvez. Assumir nosso papel no Reino.
Parar de gravitar ao redor dos próprios problemas.
Nossa vida terá mais significado e será menos
paradoxal quando nos rendermos ao Cristo e sua causa.
E a causa de Cristo foi essencialmente cuidar da humanidade
em seus sofrimentos.

João Ferreira Leite Luz

4 comentários:

Branca disse...

Estamos sempre querendo tanto, procurando tanto, esperando tanto...talvez por isso nunca conseguimos nos encontrar ou 'encontrar a felicidade', já que ele se resume no pouco, na simplicidade...

Excelente seu espaço...parabéns!

José Heitor Santiago disse...

A vida é feita de contrastes; a vida e a morte, a abundância e a fome, o amor e o ódio… A força da natureza e a impotência humana perante alguns dos seus fenómenos… Estamos sempre sujeitos a mudanças e quando menos se espera tudo acontece. O mundo está em mudança e o optimismo escasseia perante tantas dificuldades e provações! Resta-nos acreditar, baseados no conhecimentos daqueles que foram grandes pensadores, que com a sua mensagem e acções mudaram o nosso mundo. Resta-nos a fé e sem dúvida que Jesus é uma referência na vida de todos, mesmo para aqueles que não se identificam com nenhuma religião.

Abraço amigo,

jhs

Doroni disse...

Meu amigo João,

A vida é feita de pequenas coisas
que podem se tornar grandes feitos, mas muitos de nos preferem não tomar nenhuma atitude e deixam que certos problemas se agravem até se tornarem insolúveis.
E ai dizem...
" Jesus nos abandonou"
bjs

ŁǺи¥ disse...

Olá... como vai? Hoje estou passando para deixar um abraço para vc e sua familia...
Ah, quero aproveitar tbm para dizer que estou sentindo tua falta em meu blog... rs apareça!

Abraço